Nossos Vinhos

Pizzato Vertigo Nature
Voltar
Informações

Pizzato VERTIGO NATURE Branco Tradicional

Referencial da casa para espumantes, o Pizzato Brut Branco Tradicional vem sendo elaborado desde 2006, sempre pelo método tradicional e com colheita designada.

Para um pequeno lote da colheita 2012, amadurecido sobre as borras por mais de 30 meses, foi decidido apresentar um espumante na forma “bruta”, sem a retirada das borras e sem dosagem pós-dégorgement. Nasceu assim a primeira edição do Vertigo, destaque da primeira participação dos vinhos brasileiros no Guia Descorchados.

A proposta desse espumante é: o apreciador de espumantes amadurecidos sobre as borras (sur lattes), pode decidir quanto tempo o vinho ainda vai passar amadurecendo em tal estado, tomando a decisão de finalizá-lo segundo sua programação particular. Seria algo como levar para casa o processo de amadurecimento e a decisão de dégorgement.

Destaques

  • Lançamento da primeira e segunda edições em 2015 (colheitas 2012 e 2013)
  • 92 pontos Guia Descorchados 2015
  • Espumante revelação Guia Descorchados 2015
  • 92 pontos Guia Adega Vinhos do Brasil 2015/2016
  • Melhor espumante Guia Adega Vinhos do Brasil 2015/2016
  • Melhor espumante Descorchados 2016 (93 pontos)
Colheitas
  • Proposta

    Proposta

    O apreciador decide o tempo final de sur lattes. Lote limitado.
    Método Tradicional (champenoise).
    Pelo menos 24 meses de contato com as borras (sur lattes) e com tampa
    corona antes de sair da vinícola.
    Sem dosagem, apenas complemento com o próprio vinho.
    Vinhedos próprios conduzidos em espaldeiras.
    Das melhores parcelas da propriedade no Vale dos Vinhedos.

  • Proposta

    Notas de Degustação

    Com turbidez (leveduras em suspensão), apresenta tons amarelados.
    Leves aromas de flores brancas, caju, fruta do conde, frutas cítricas
    maduras, frutas desidratadas e casca de pão. Toques de frutas secas em
    geral e terrosos. Amplo na boca, acidez e álcool equilibrados, encorpado,
    refrescante e cremoso.

  • Harmonização

    Harmonização

    Ideal para acompanhar peixes, frutos do mar, carnes brancas, aperitivos
    e sobremesas.

  • Serviço

    Serviço

    Para melhor apreciar os pontos fortes deste espumante, sugere-se que a temperatura da bebida esteja entre 4 e 7 oC.

  • Colheita

    Colheita

    Colheita: Janeiro de 2016, manual
    Tamanho máximo do lote: 1.700 garrafas
    Corte do Vinho Base: 90% Chardonnay / 10% Pinot Noir
    Dados Técnicos
    Álcool (% vol.) : 12
    Açúcar final (g/l) : 1,6
    Acidez total (g/l ác.tartárico): 7,2
    pH: 3,3
    Tempo de borras (meses): 24 meses no mínimo (antes de ir ao mercado) e aumentando até o momento de abertura por parte do cliente

  • Vinhedo

    Vinhedo

    Nome: Santa Lúcia, Vale dos Vinhedos
    Região: Vale dos Vinhedos, Denominação de Origem
    Localização: 29°10'17.91"S, 51°36'05.59"O, 495 m.s.n.m.
    Arquitetura: Espaldeiras com orientação norte-sul. Guyot.
    Solo: De origem basáltica, franco, com pedregulhos e argiloso
    Colheita: Totalmente manual, em Janeiro de 2013

    Elaboração

    Elaboração

    As uvas foram submetidas a prensagem direta (os cachos foram prensados inteiros, sem desengace ou moagem). A clarificação foi a frio, posterior trasfega, com separação das borras do mosto a fermentar. A fermentação ocorreu em tanques de aço inoxidável por 15 dias, com temperatura controlada e uso de leveduras selecionadas. Posterior estabilização e filtração.

  • Formação de Espuma

    Formação de Espuma

    Feito o assemblage/corte a partir de vinhos base de Chardonnay e Pinot Noir, logo após foram adicionadas as leveduras para a 2ª fermentação na garrafa, permanecendo com tampa corona e em contato com as borras até o momento do dégorgement.

    Dégorgement

    Troca de Tampa

    A troca de tampa corona por rolha aconteceu a partir de outubro de 2018. Observar que neste momento foi apenas retirada a tampa corona e substituída por rolha, sem remuage, com as borras permanecendo em garrafa.

BAIXAR FICHA TÉCNICA DO ANO
  • Proposta

    Proposta

    apreciador decide o tempo final de sur lattes. Lote limitado.
    Método Tradicional (champenoise).
    Pelo menos 18 meses de contato com as borras (sur lattes) e com tampa
    corona antes de sair da vinícola.
    Sem dosagem, apenas complemento com o próprio vinho.
    Vinhedos próprios conduzidos em espaldeiras.
    Das melhores parcelas da propriedade no Vale dos Vinhedos.

  • Harmonização

    Harmonização

    Ideal para acompanhar peixes, frutos do mar, carnes brancas, aperitivos
    e sobremesas.

  • Serviço

    Serviço

    Para melhor apreciar os pontos fortes deste espumante, sugere-se que a temperatura da bebida esteja entre 4 e 7 oC.

  • Colheita

    Colheita

    Colheita: Janeiro de 2015, manual
    Tamanho máximo do lote: 1500 garrafas
    Corte do Vinho Base: 85% Chardonnay / 15% Pinot Noir
    Dados Técnicos
    Álcool (% vol.) : 12
    Açúcar final (g/l) : 1,8
    Acidez total (g/l ác.tartárico): 7,0
    pH: 3,3
    Tempo de borras (meses): 24 meses no mínimo (antes de ir ao mercado) e aumentando até o momento de abertura por parte do cliente

  • Vinhedo

    Vinhedo

    Nome: Santa Lúcia, Vale dos Vinhedos
    Região: Vale dos Vinhedos, Denominação de Origem
    Localização: 29°10'17.91"S, 51°36'05.59"O, 495 m.s.n.m.
    Arquitetura: Espaldeiras com orientação norte-sul. Guyot.
    Solo: De origem basáltica, franco, com pedregulhos e argiloso
    Colheita: Totalmente manual, em Janeiro de 2013

    Elaboração

    Elaboração

    As uvas foram submetidas a prensagem direta (os cachos foram prensados inteiros, sem desengace ou moagem). A clarificação foi a frio, posterior trasfega, com separação das borras do mosto a fermentar. A fermentação ocorreu em tanques de aço inoxidável por 15 dias, com temperatura controlada e uso de leveduras selecionadas. Posterior estabilização e filtração.

  • Formação de Espuma

    Formação de Espuma

    Em março de 2015 foi feito o assemblage/corte a partir de vinhos base de Chardonnay e Pinot Noir; logo após foram adicionadas as leveduras para a 2ª fermentação na garrafa, permanecendo com tampa corona e em contato com as borras até o momento do dégorgement.

  • Dégorgement

    Troca de Tampa

    A troca de tampa corona por rolha aconteceu a partir de outubro de 2017. Observar que neste momento foi apenas retirada a tampa corona e substituída por rolha, sem remuage, com as borras permanecendo em garrafa.

BAIXAR FICHA TÉCNICA DO ANO
  • Proposta

    Proposta

    apreciador decide o tempo final de sur lattes. Lote limitado.
    Método Tradicional (champenoise).
    Pelo menos 18 meses de contato com as borras (sur lattes) e com tampa
    corona antes de sair da vinícola.
    Sem dosagem, apenas complemento com o próprio vinho.
    Vinhedos próprios conduzidos em espaldeiras.
    Das melhores parcelas da propriedade no Vale dos Vinhedos.

  • Harmonização

    Harmonização

    Ideal para acompanhar peixes, frutos do mar, carnes brancas, aperitivos
    e sobremesas.

  • Serviço

    Serviço

    Para melhor apreciar os pontos fortes deste espumante, sugere-se que a temperatura da bebida esteja entre 4 e 7 oC.

  • Colheita

    Colheita

    Colheita: primeira e segunda semanas de Janeiro de 2014, manual
    Tamanho máximo do lote: 2500 garrafas
    Corte do Vinho Base: 87% Chardonnay / 13% Pinot Noir
    Dados Técnicos
    Álcool (% vol.) : 12
    Açúcar final (g/l) : 1,7
    Acidez total (g/l ác.tartárico): 7,2
    pH: 3,35
    Tempo de borras (meses): 24 meses no mínimo (antes de ir ao mercado) e aumentando até o momento de abertura por parte do cliente

  • Vinhedo

    Vinhedo

    Nome: Santa Lúcia, Vale dos Vinhedos
    Região: Vale dos Vinhedos, Denominação de Origem
    Localização: 29°10'17.91"S, 51°36'05.59"O, 495 m.s.n.m.
    Arquitetura: Espaldeiras com orientação norte-sul. Guyot.
    Solo: De origem basáltica, franco, com pedregulhos e argiloso
    Colheita: Totalmente manual, em Janeiro de 2013

    Elaboração

    Elaboração

    As uvas foram submetidas a prensagem direta (os cachos foram prensados inteiros, sem desengace ou moagem). A clarificação foi a frio, posterior trasfega, com separação das borras do mosto a fermentar. A fermentação ocorreu em tanques de aço inoxidável por 15 dias, com temperatura controlada e uso de leveduras selecionadas. Posterior estabilização e filtração.

  • Formação de Espuma

    Formação de Espuma

    Em março de 2014 foi feito o assemblage/corte a partir de vinhos base de Chardonnay e Pinot Noir; logo após foram adicionadas as leveduras para a 2ª fermentação na garrafa, permanecendo com tampa corona e em contato com as borras até o momento do dégorgement.

  • Dégorgement

    Troca de Tampa

    A troca de tampa corona por rolha aconteceu a partir de julho de 2016. Observar que neste momento foi apenas retirada a tampa corona e substituída por rolha, sem remuage, com as borras permanecendo em garrafa.

BAIXAR FICHA TÉCNICA DO ANO
  • Proposta

    Proposta

    O apreciador decide o tempo final de sur lattes. Apenas 500 garrafas.
    Método Tradicional (champenoise).
    Pelo menos 18 meses de contato com as borras (sur lattes) antes de sair
    da vinícola.
    Sem dosagem, apenas complemento com o próprio vinho.
    Vinhedos próprios conduzidos em espaldeiras.
    Das melhores parcelas da propriedade no Vale dos Vinhedos.

  • Harmonização

    Harmonização

    Ideal para acompanhar peixes, frutos do mar, carnes brancas, aperitivos
    e sobremesas.

  • Serviço

    Serviço

    Para melhor apreciar os pontos fortes deste espumante, sugere-se que a temperatura da bebida esteja entre 4 e 7 oC.

  • Colheita

    Colheita

    Tamanho do lote: 500 garrafas
    Corte do Vinho Base: 85% Chardonnay / 15% Pinot Noir
    Dados Técnicos: Álcool (% vol.) : 12; Açúcar final (g/l) : 1,9; Acidez total (g/l ác.tartárico): 7; pH: 3,3; Tempo de borras (meses): 24 e aumentando por conta de degorgement em vários lotes.

  • Vinhedo

    Vinhedo

    Nome: Santa Lúcia, Vale dos Vinhedos
    Região: Vale dos Vinhedos, Denominação de Origem
    Localização: 29°10'17.91"S, 51°36'05.59"O, 495 m.s.n.m.
    Arquitetura: Espaldeiras com orientação norte-sul. Guyot.
    Solo: De origem basáltica, franco, com pedregulhos e argiloso
    Colheita: Totalmente manual, em Janeiro de 2013

    Elaboração

    Elaboração

    As uvas foram submetidas a prensagem direta (os cachos foram prensados inteiros, sem desengace ou moagem). A clarificação foi a frio, posterior trasfega, com separação das borras do mosto a fermentar. A fermentação ocorreu em tanques de aço inoxidável por 15 dias, com temperatura controlada e uso de leveduras selecionadas. Posterior estabilização e filtração.

  • Formação de Espuma

    Formação de Espuma

    Em março de 2013 foi feito o assemblage/corte a partir de vinhos base de Chardonnay e Pinot Noir; logo após foram adicionadas as leveduras para a 2ª fermentação na garrafa, permanecendo em contato com as borras até o momento do dégorgement.

  • Dégorgement

    Dégorgement

    A partir de março de 2015, com tempos variáveis de contato com as leveduras/borras (sur lattes) dependentes do lote de dégorgement. Acabe por não ser um dégorgement, apenas a retirada da tampa corona e substituição por rolha.

BAIXAR FICHA TÉCNICA DO ANO
  • Proposta

    Proposta

    O apreciador decide o tempo final de sur lattes. Apenas 500 garrafas. Método Tradicional (champenoise). Pelo menos 18 meses de contato com as borras (surlattes)e com tampa corona antes de sair da vinícola. Sem dosagem, apenas complemento com o próprio vinho. Vinhedos próprios conduzidos em espaldeiras. Das melhores parcelas da propriedade no Vale dos Vinhedos.

  • Harmonização

    Harmonização

    Ideal para acompanhar peixes, frutos do mar, carnes brancas, aperitivos e sobremesas.

  • Serviço

    Serviço

    Para melhor apreciar os pontos fortes deste espumante, sugere-se que a temperatura da bebida esteja entre 4 e 7 oC.

  • Colheita

    Colheita

    Tamanho do lote: 500 garrafas (com numerações da 1 até 850, não sequencial) Corte do Vinho Base: 80% Chardonnay / 20% PinotNoir Dados Técnicos Álcool (% vol.) : 12 Açúcar final (g/l) :2 Acidez total (g/l ác.tartárico): 7 pH: 3,28 Tempo de borras (meses): 32 e aumentando por conta de degorgement em vários lotes.

  • Vinhedo

    Vinhedo

    Nome: Santa Lúcia, Vale dos Vinhedos Região: Vale dos Vinhedos, Denominação de Origem Localização: 29°10'17.91"S, 51°36'05.59"O, 495 m.a.n.m. Arquitetura: Espaldeiras com orientação norte-sul. Guyot. Solo: De origem basáltica, franco, com pedregulhos e argiloso Colheita: Totalmente manual, em Janeiro de 2012.

  • Elaboração

    Elaboração

    As uvas foram submetidas a prensagem direta (os cachos foram prensados inteiros, sem desengace ou moagem). A clarificação foi a frio, posterior trasfega, com separação das borras do mosto a fermentar. A fermentação ocorreu em tanques de aço inoxidável por 17 dias, com temperatura controlada e uso de leveduras selecionadas. Posterior estabilização e filtração.

  • Formação de Espuma

    Formação de Espuma

    Em abril de 2012 foi feito o assemblage/corte a partir de vinhos base de Chardonnay (80%) e PinotNoir (20%); logo após foram adicionadas as leveduras para a 2ª fermentação na garrafa, permanecendo com tampa corona e em contato com as borras até o momento do dégorgement.

  • Dégorgement

    Dégorgement

    A partir de janeiro de 2015. Observar que neste momento foi apenas retirada a tampa corona e substituída por rolha, sem remuage, e as borras permanecendo em garrafa.

BAIXAR FICHA TÉCNICA DO ANO